Inscrições do VII Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito terminam sexta (30)

Termina nesta sexta-feira (30), o prazo de inscrição para o VI Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito. O concurso tem como objetivo estimular crianças, jovens, educadores, profissionais de comunicação, escolas, empresas e ONGs a refletirem sobre comportamentos dos usuários no trânsito.

De acordo com a gerente de Educação no Trânsito da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Samyra Motta, o prêmio já faz parte do calendário de ações da cidade. “Já recebemos muitas inscrições, mas estamos fazendo esse chamado para que as pessoas venham o quanto antes para evitar a correria de última hora”, enfatizou.

Samyra Motta alerta que os interessados devem comparecer à sede da Strans com a ficha de inscrição preenchida e com o trabalho em um envelope com o nome do prêmio, categoria e sub-categoria, importante lembrar que não precisa colocar no envelope o autor do trabalho. “Estamos fazendo as inscrições todos os dias no horário das 7h30 às 13h30, na Gerência de Educação de Trânsito, na sede da Strans”, diz. A Strans funciona na Av Pedro Freitas, 1227.

 

VII Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito está com inscrições abertas

Começaram na última segunda-feira (22) e seguem até o dia 23 de novembro as inscrições para o VII Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito. O prêmio, que já está na sua sétima edição, tem como objetivo estimular crianças, jovens, educadores, profissionais de comunicação, escolas, empresas e ONGs a refletirem sobre o comportamento dos usuários no trânsito visando a sedimentação de hábitos que tornem o trânsito mais humano e seguro.

De acordo com a gerente de Educação de Trânsito da Strans, Samyra Motta, o Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito já faz parte do calendário de eventos da Prefeitura e este ano tem como temática “Nós somos o trânsito”, que é o mesmo tema abordado na Semana Nacional de Trânsito. “Neste ano estamos abordando a segurança de todos os personagens que fazem parte do trânsito e suas responsabilidades. Com isso vamos alertar todas as pessoas para a necessidade da mudança de comportamento no trânsito”, disse.

Samyra reforça que o prêmio faz com que as pessoas pensem essa temática e discutam a necessidade da mudança do comportamento. “Esperamos contar com a participação de todos, pois esse é o momento da gente discutir e mudar as atitudes no trânsito”, ressaltou.

O Prêmio, ao longo dos anos, tem conseguido atrair a participação de muitas pessoas. “Nossa expectativa é que a gente consiga mobilizar muitas pessoas para discutirem a temática trânsito e os reflexos das atitudes inadequadas. Cada segmento terá um tema referente ao trânsito para ser abordado, inclusive os veículos de comunicação. Também iremos premiar as escolas públicas, privadas, pessoa física ou jurídica que desenvolva algum projeto de educação no trânsito”, finalizou.

 

Clique aqui para ver a ficha de inscrição

 

VII Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito

 

Categorias e Temas:

 

– Escolas públicas e privadas: escolas que desenvolvam projetos de educação no trânsito, apresentando as atividades desenvolvidas e seus resultados

 

– Responsabilidade Social no Trânsito:

 

– Pessoa Jurídica / Pessoa Física: empresas públicas, privadas e Organizações Não Governamentais ou pessoas que desenvolvam ações de educação no trânsito envolvendo motoristas, motociclistas, ciclistas, pedestres, álcool ou velocidade

 

– Ensino Infantil

 

– “Pedestre, proteja sua vida. Use a faixa!”

 

– 1° ao 3° Ano

 

– “Pedestre, proteja sua vida. Use a faixa!”

 

– 4° ao 6° Ano

 

– “Motociclista, respeite o pedestre”

 

– 7° a 9° Ano

 

– “Velocidade excessiva, um perigo constante”

 

– Ensino Médio

 

– “Motocicleta, um misto de prazer e perigo”

 

– Ensino Superior

 

– “Nós somos o trânsito”

 

– Fotografia

 

– Atitudes erradas no trânsito

 

-Comunicação

 

– Jornal e Revista

 

– “O pedestre e suas responsabilidades no trânsito”

 

– Rádio

 

– “Itens de segurança, proteção para a vida”

 

– T V

 

– “Celular no trânsito, não entre nessa conversa”

 

– Portal

 

– “Bebida e direção podem acabar com a sua diversão”

 

 

Ação educativa alerta as pessoas para utilizarem a faixa de pedestres

Fazendo parte das ações da Semana Nacional de Trânsito o órgãos parceiros do Sistema Nacional de Trânsito e a Faculdade Maurício de Nassau fizeram uma  atividade educativa na faixa de pedestre localizada na BR 342 próximo ao Comercial Carvalho, na zona Sudeste da cidade. O objetivo da ação era alertar as pessoas para a necessidade de atravessar a via pública na faixa de pedestre.

De acordo com a Gerente de Educação de Trânsito da Strans, Samyra Motta, a Semana de Trânsito iniciou ontem com a participação de todos. “Foi muito boa a abertura com a participação de todos os parceiros e hoje estamos realizando esse trabalho para chamar a atenção dos pedestres para a necessidade a atravessar as vias na faixa de pedestres”, disse.

A gerente reforça que participaram da atividade uma pessoa representando a morte e convidando os condutores para dirigir e beber e uma outra pessoa representando o anjo para proteger o condutor. “Fizemos essa simulação para alertar a todos sobre a necessidade da conduta correta no trânsito. Aproveitamos esse momento para mostrar que o não uso do capacete, ingestão de bebida alcoólica  e direção poderá causar danos irreversíveis ao condutores”, enfatizou.

A professora da Faculdade Maurício de Nassau, Tammy Tércia enfatiza que a participação dos alunos na atividade é muito importante para mostrar como as pessoas devem se comportar de foram correta no trânsito. “Estamos aqui com os nossos alunos mostrando como é importante que as pessoas respeitem o espaço do outro no trânsito. Precisamos mudar a nossa conduta e esse tipo de ação mostra para eles o bom comportamento é sempre melhor para todos”, disse.

O estudante do 6º período de Psicologia da Faculdade Mauricio de Nassau, Mateus Ferraz Guimarães, acredita que esse tipo de atividade educativa é importante para que haja um proximidade com as pessoas. “O trânsito está no dia a dia das pessoas, por isso fizemos questão de participar para mostrar para os pedestres a importância do bom comportamento e dos respeito à vida”, acrescentou.

Para o estudante Ítalo Cristino da Costa Faustino ressalta que essa é uma excelente oportunidade de aliar a teoria à prática. “Nessas ações conseguimos analisar os comportamentos das pessoas no trânsito e orientá-las a mudar suas condutas no dia a dia”, ressaltou.

A estudante de Direito Joala Denise, que mora no Residencial Tancredo Neves, diz que costuma todos os dias fazer a travessia da BR 343, pois é mais seguro.  “Aqui nesse local não tem como atravessar sem ser na faixa de pedestre, por isso faço questão de utilizar a faixa para a minha segurança total. Acho que esse tipo de ação educativa é muito importante, pois apesar do risco ainda tem gente de atravessa fora da faixa”, finalizou.

 

Strans orienta sobre modificações no trânsito com implantação de semáforos

A equipe de Educação de Trânsito da Strans – Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – fez uma visita à escola Inec para explicar o funcionamento dos dois novos semáforos que passaram a funcionar no sábado (18) na Rua Tibério Nunes, nos cruzamentos com as Ruas Olavo Bilac e São Pedro, na zona sul da cidade.

A instalação dos equipamentos tem como objetivo melhorar a fluidez de veículos e pedestres na área e ainda reduzir a quantidade de colisões que aconteciam nos cruzamentos. A proibição de parar e estacionar na Rua Olavo Bilac será uma das medidas para que os semáforos consigam melhorar a fluidez dos veículos na área.

De acordo com a Gerente de Educação de Trânsito da Strans, Samyra Motta, a conversa com a direção da escola foi muito proveitosa. “Desde a implantação dos semáforos, estamos observando a movimentação na via e percebemos a necessidade da proibição de parar e estacionar na Rua Olavo Bilac. Por isso estamos colocando a sinalização vertical e horizontal ao longo da via”, explicou.

A gerente reforça que o trabalho em parceria com a escola é muito importante para que as pessoas aceitem as mudanças. “Nos colocamos à disposição da escola no sentido de orientar as pessoas a respeito das mudanças. Inclusive, nesses primeiros dias, os agentes de trânsito estarão nos cruzamentos para orientar os condutores e evitar problemas. Mas, depois do período de adaptação, é importante que os condutores observem a sinalização e respeitem as regras de circulação”, enfatizou.

Para o diretor Financeiro do Inec, Thiago Parente Rodrigues, a implantação dos semáforos irá melhorar o fluxo de veículos no local. “Vamos comunicar aos pais e funcionários da escola as mudanças e esperamos que o trânsito no local melhore para todos nós”, finalizou.