Strans instala novo semáforo na zona sul

Começa a funcionar no próximo sábado, (8), um novo semáforo no cruzamento da avenida Barão de Castelo Branco com a rua Dr. Otto Tito, nas proximidades do Albertão, zona sul da cidade. Com o semáforo equipamento vai  melhorar a fluidez do trânsito no local e ainda proporcionar o acesso mais fácil para a Vila Nova Jerusalém e Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

De acordo com o diretor de trânsito e sistema viário da Strans, José Falcão, o objetivo do novo semáforo é melhorar a fluidez e segurança no trânsito. “Esse novo semáforo foi uma solicitação das pessoas que moram nas proximidades do prolongamento da avenida Barão de Castelo Branco que reclamaram que com mudanças no trânsito local ficou difícil o acesso à Vila Nova Jerusalém e ao HUT, diante da solicitação avaliamos o pedido e resolvermos implantar o novo semáforo”, enfatizou.

Falcão reforça que a frota de veículos tem crescido muito, por isso está sendo necessário fazer algumas intervenções. “O prolongamento da avenida Barão de Castelo Branco se transformou em um corredor de acesso entre as zona norte e sul, por isso implantamos esse novo semáforo a fim de organizar a melhorar a fluidez no trânsito”, finalizou.

Confira as rotas possíveis

Opção 1 (rota vermelha) – avenida Barão de Castelo Branco no sentido norte/sul.

O condutor poderá seguir em frente ou dobrar à direita.

Opção 2 (rota verde) – avenida Barão de Castelo Branco sentido sul/norte.

O condutor deve seguir em frente em seguida dobrar à direita na rua Belém, em seguida à direita na rua Antônio Lemos e à direita na rua Santa Maria Gorete seguir em frente na rua Dr. Otto Tito e acessar a vila Nova Jerusalém.

Strans inicia fiscalização com talonário eletrônico

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) implantou, no mês de maio, o talonário eletrônico que vai ser utilizado pelos agentes de trânsito para desenvolver as suas atividades. Os aparelhos serão utilizados para mapear, através de GPS, os locais com sinalização deficiente em todos os bairros da cidade, facilitando o trabalho da engenharia de tráfego e consequentemente agilizando os serviços diários de fiscalização dos agentes. Nesta primeira fase, oitenta aparelhos foram adquiridos e estão sendo utilizados em campo, mas a expectativa é que, em breve, todos utilizem o equipamento. Com o passar do tempo a ideia é que os talonários de notificação sejam substituídos pelos aparelhos.

De acordo com o Diretor de Operação e Fiscalização de Trânsito da Strans, Jaime Oliveira, os aparelhos estão ajudando no trabalho dos agentes de trânsito no dia a dia. “A tecnologia dos smartphones vai nos ajudar, por exemplo, a coletar os dados dos acidentes de trânsito com mais fidelidade, e assim vamos gerar relatório mais preciso”, acrescentou.

O diretor reforça que o equipamento permite melhorar a fiscalização, através das consultas de dados dos veículos no local das operações, para verificar se o veículo é roubado ou se está com a documentação atrasada. “Com a utilização dessa tecnologia estamos conseguindo otimizar o nosso trabalho em todos os sentidos. Além de todas as vantagens, ainda conseguimos fazer a fotografia em tempo real da ocorrência”, complementou.

Jaime enfatiza que, aos poucos, o talonário de notificação será substituído pelos aparelhos. “Estamos utilizando a tecnologia para proporcionar um trânsito mais seguro para nossa cidade e para todos nós”, enfatizou.

A agente de trânsito Marta Glória, que já está trabalhando com o aparelho, diz que ele tem ajudado muito no trabalho de fiscalização de trânsito. “Conseguimos otimizar o nosso trabalho e assim estamos conseguindo desafogar o trânsito e proporcionar uma fluidez melhor, especialmente, nas ruas do centro da cidade, onde as pessoas costumam, por exemplo, parar em fila dupla trazendo um grande problema para a fluidez. Além disso, com o aparelho a gente consegue, no ato da consulta, verificar se o veículo está licenciado, se possui multa ou se é um veículo roubado, agilizando assim a medida cabível para cada situação”, concluiu.

Comerciantes do Mercado da Piçarra recebem orientações sobre mudança no trânsito

Na manhã desta terça-feira (04) representantes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (STRANS) se reuniram com os comerciantes e funcionários do Mercado da Piçarra. No encontro foram apresentadas as mudanças no trânsito que ocorrerão na região e aberto um espaço para dúvidas e sugestões.

“Conversamos sobre as intervenções no trânsito nas imediações do mercado da Piçarra com a alteração de sentido de várias vias, entre elas a Odilon Araújo e São Raimundo, que terão os sentidos invertidos. Colocaremos também uma ciclofaixa, melhoria na sinalização horizontal e vertical e faremos a implantação de novos semáforos. O objetivo é melhorar o acesso à região do Centro e reduzir os problemas de trânsito que visualizamos naquela região, principalmente no cruzamento da Avenida São Raimundo com a Higino Cunha”, exlicou José Falcão, diretor de trânsito e sistema viário da Strans.

Para a administradora do mercado, Glória Silva, a reunião foi importante para esclarecer aos funcionários o que será feito e quais os impactos positivos da intervenção. “O diálogo é essencial para conscientizar as pessoas sobre as mudanças, para que elas possam opinar e conhecer o trajeto que será feito com as intervenções. Sabemos que essas modificações podem gerar um desconforto no início, mas entendemos que elas vão trazer benefícios pra gente. Esperamos que melhore o estacionamento e que o fluxo de pessoas nos favoreça”, pontuou.

Terminal Zoobotânico começa a funcionar com inovações

Começa a funcionar amanhã (1) o quinto terminal de integração de Teresina. Trata-se do Terminal Zoobotânico, que vai atender aos bairros Socopo, Morros, Cidade Jardim, HBB, Pedra Mole, Anita Ferraz, Conjuntos Paulo de Tarso I e II, Nova Teresina, 200, Vila Nova, Prado Júnior e Maria da Inglaterra.

De acordo com o gerente de Planejamento da Strans, Denilson Guerra, a zona Leste vai iniciar com uma operação melhorada em relação aos demais terminais da cidade. “O controle das operações será realizado pelas equipes de dentro do próprio terminal, as linhas alimentadoras coletam a população e trazem para o terminal e daqui as pessoas podem se deslocar pelas linhas troncais com destino ao centro pelos corredor das Avenidas João XXIII e Presidente Kennedy e ainda via Ufpi utilizando o binário formado pelas Ruas Alaíde Marques e 31 e Março”, enfatizou.

Guerra explica que a outra novidade é que as pessoas no terminal terão conhecimento da hora de partida do ônibus do terminal para o centro e do terminal para o bairro, assim as pessoas poderão cronometrar o tempo de chegada ao seu destino. “Além da informação do tempo de deslocamento do centro para o terminal, com essa medida as pessoas vão conseguir se programar para chegar no seu destino na hora certa.”, disse.

O gerente reforça que o sistema está trabalhando com a frota que foi licitada e contratada, não existe redução de frota. “Fizemos o escalonamento das linhas alimentadoras, que a partir de agora vão ganhar melhoria de frequência do tempo de espera. A expectativa é que a espera caia para 15 minutos de intervalo médio, nos horários de pico, de uma viagem para a outra”, finalizou.

Strans divulga linhas que passarão pelo Terminal do Zoobotânico a partir de sábado (01)

O Terminal do Zoobotânico, localizado na zona Leste, começará a funcionar no dia 1º de junho, em tempo integral, em mais uma etapa do Inthegra Teresina. Os usuários dos transportes públicos devem ficar atentos as linhas troncais e alimentadoras que irão passar pelo local.

Nesta primeira etapa, na zona leste da capital, passará a linha troncal São Cristóvão e Ininga. O gerente de Planejamento da STRANS, Denilson Guerra, explica como será o trajeto destas linhas. “A linha troncal São Cristóvão vai utilizar o eixo da Avenida Presidente Kennedy e da João XXIII, para se deslocar para o Centro da cidade. Já a linha troncal Ininga vai utilizar o binário das ruas Alaíde Marques e 31 de Março, vai passar no corredor central da UFPI, seguir pela Avenida Nossa Senhora de Fátima e retornar na Praça João Luís Ferreira”, explicou o gestor.

As linhas radiais 501 (Anita Ferraz via Conjunto) e 502 (Socopo – Jardim via São Cristóvão) passam a ser atendidas pela linha alimentadora A331 (Socopo/Cidade Jardim/Anita Ferraz – Terminal Zoobotânico). As linhas radiais 518 (Pedra Mole via Vila do Avião) e 521 (Nova Teresina/São Cristóvão via Vila Nova, Maria da Inglaterra e HBB) passam a ser atendidas pela linha alimentadora A332 (Nova Teresina/Pedra Mole – Terminal Zoobotânico). Já a linha radial 523 (Socopo/Morros via São Cristóvão) passa a ser atendida pela linha alimentadora A333 (Morros/Cidade Jardim – Terminal Zoobotânico).

As linhas alimentadoras são aquelas que levam o passageiro do bairro até os terminais de integração ou dos terminais para os bairros. As linhas troncais são aquelas que partem dos terminais em direção ao centro e do centro aos terminais. O cartão “Mais Fácil” é obrigatório para obter as vantagens do Inthegra. Com ele, o usuário utiliza mais de um ônibus e paga apenas uma passagem.

Denilson Guerra, afirma que com o funcionamento do novo terminal, os usuários terão menor tempo de espera e viagens mais rápidas. Ele lembra também da importância do cartão. “Essas linhas vão dar maior agilidade no deslocamento, dar uma melhor frequência e diminuir o tempo nas viagens. As pessoas precisam prestar atenção nas linhas e para onde desejam se deslocar. Também vale lembrar que o uso do cartão é obrigatório para fazer a integração”, declarou o gerente.

Socopo ganhará nova linha

Os moradores da grande Socopo agora terão mais uma opção de linha para se deslocar para a Universidade Federal do Piauí e para o Centro. A linha troncal 333 (Zoobotânico/Ininga) entrará na universidade, passando pelo Restaurante Universitário, pela Reitoria e sairá na biblioteca. Após este percurso, a linha retornará para a Praça João Luís Ferreira. Com essa nova implementação, os estudantes da região terão mais uma opção, além das linhas que já funcionam normalmente.

Strans muda sentido de via na zona Leste

Com objetivo de melhorar a fluidez na Rua Alzira Pedrosa, a partir desta terça-feira (28), no quarteirão que fica entre a Avenida João XXIII e a Rua Francisco Falcão será permitida a circulação de veículos somente no sentido Norte/Sul.

De acordo com o Diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, a mudança está sendo feita para melhorar a circulação de veículos na área. “Temos diariamente um grande fluxo de veículos nessa área, por isso estamos fazendo essa intervenção”, acrescentou.

Falcão reforça que o crescimento da frota veicular tem trazido para Teresina muitos problemas de fluidez nas vias, por isso são necessárias que sejam feitas algumas intervenções. “Fazemos nossas mudanças nas vias, geralmente, nos finais de semana para que as pessoas se acostumem com a alteração, mas é importante que os condutores observem as sinalizações vertical e horizontal para evitar problemas”, disse.

O diretor reforça que nos primeiros dias os agentes de trânsito estarão no local para orientar os condutores. “Os nossos agentes estarão orientando aos condutores, porém é preciso que todos tenham atenção redobrada nos primeiros dias após a mudança”, finalizou.

Terminal do Zoobotânico começa a funcionar no sábado (1)

Começa a funcionar no próximo sábado (1), o Terminal de Integração do Zoobotânico, na zona Leste da cidade. A área construída é de 2.904,86 mil metros quadrados, com a obra no valor de R$ 4.347.957,30 reais, e está localizado na Avenida Presidente Kennedy, próximo ao Zoobotânico.

Com o Terminal do Zoobotânico em funcionamento serão beneficiados os seguintes bairros: Socopo, Morros, Cidade Jardim, HBB, Pedra Mole, Anita Ferraz, Nova Teresina, Conjuntos Paulo de Tarso I e II, 2000, Vila Nova, Prado Júnior e Maria da Inglaterra.

De acordo com o Gerente de Planejamento da Strans, Denilson Guerra, o terminal está finalizado e a operação vai começar no próximo sábado.  “Com o funcionamento da primeira etapa do Terminal do Zoobotânico, 30% por centro da zona Leste estará com o Sistema Inthegra em funcionamento. A sistemática é a mesma, os usuários pegarão o ônibus no seu bairro com destino ao terminal (Linha Alimentadora – bairro/terminal), de onde sairão as linhas troncais passando pelas avenidas Presidente Kennedy e João XXIII com destino ao centro da cidade”, diz.

Guerra reforça que, para utilizar o benefício da integração entre as zonas, as pessoas precisam ter o cartão eletrônico. “Os usuários necessitam ter o cartão eletrônico para conseguir integrar, e assim eles poderão se deslocar até para outros bairros pagamento apenas uma passagem. Toda mudança causa um certo desconforto, mas com o tempo as pessoas vão perceber com o Sistema Inthegra tem como objetivo proporcionar mais agilidade e conforto”, explica.

O gerente lembra que nesses primeiros dias as equipes do “Posso Ajudar” estarão nas estações de embarque e desembarque para tirar as dúvidas os usuários do sistema. “Além do pessoal do ‘Posso Ajudar’, os fiscais dos transportes públicos estarão no terminal paras as pessoas que tiverem dúvida sobre o funcionamento do sistema”, acrescenta.

Com o início da operação do Terminal do Zoobotânico, vão circular pelo local quatro linhas de ônibus da zona Leste, que compreende um total 21 ônibus, e devem passar pelo local 13.500 mil passageiros por dia, somando um total de 297 mil usuários do transporte público por mês. Estão em funcionamento em Teresina os Terminais do Livramento e do Itararé, na zona Sudeste, e os Terminais do Bela Vista e Parque Piauí, na zona Sul. A construção dos terminais é um importante passo no sistema de mobilidade urbana da capital, pois deverá agilizar e diminuir o tempo de viagens dos usuários.

Strans capacita equipes para tirar dúvidas sobre o funcionamento do Terminal Zoobotânico

Para ajudar na divulgação do início do funcionamento do Terminal Zoobotânico, que começa a funcionar no próximo sábado (1), a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) realizou hoje (27) uma capacitação com as pessoas que vão trabalhar no “Posso Ajudar”.

A ação de divulgação será realizada a partir de terça (28), nos turnos manhã e tarde, inicialmente fazendo um trabalho de porta em porta, nos bairros Socopo, Morros, Cidade Jardim, HBB, Pedra Mole, Anita Ferraz, Nova Teresina, Conjuntos Paulo de Tarso I e II, 2000, Vila Nova, Prado Júnior e Maria da Inglaterra. No sábado (1), as equipes estarão nas estações do Corredor Leste, que é composto pelas avenidas João XXIII e Presidente Kennedy e também no Terminal de Integração do Zoobotânico.

De acordo com o Gerente de Planejamento da Strans, Denilson Guerra, o encontro com as pessoas que vão ajudar na divulgação foi muito importante. “A partir da terça-feira (28) estaremos com esse pessoal na rua para tirar as dúvidas dos usuários sobre o funcionamento do corredor Leste e do Terminal Zoobotânico. Nesse encontro mostramos para eles como será o funcionamento de ambos e explicamos como eles devem abordar as pessoas e esclarecer as dúvidas”, disse.

Guerra explica que as linhas radiais 501(Anita Ferraz via Conjunto) e 502 (Socopo- Jardim via São Cristóvão) passam a ser atendidas pela Linha Alimentadora A331 (Socopo/Cidade Jardim/Anita Ferraz – Terminal Zoobotânico). As linhas radiais 518 (Pedro Mote via Vila do Avião) e 521 (Nova Teresina São Cristóvão vai Vila Nova, Maria da Inglaterra e HBB) passarão a ser atendidas pela Linha Alimentadora A332 (Nova Teresina/Pedro Mole – Terminal Zoobotânico). A linha Radial 523 (Socopo/Morro via São Cristóvão) passa a ser atendida pela Linha Alimentadora A333 (Morros/Cidade Jardim – Terminal Zoobotânco) “Fizemos ajustes em algumas linhas para oferecer um melhor atendimento aos usuários do sistema. Toda mudança gera um certo desconforto, mas com o passar do tempo as pessoas deverão entender o funcionamento do Sistema Inthegra e perceber que o atendimento irá melhorar”, acrescentou.

Para Eléry Saldanha, que coordena as equipes do “Posso Ajudar”, o trabalho de divulgação vai ajudar a tirar todas as dúvidas dos usuários do sistema de transportes públicos. “O nosso pessoal vai conversar com todos e tirar todas as dúvidas”, finalizou.

Cruzamento da Av. Gil Martins com Celso Pinheiro terá fiscalização eletrônica

Começa a funcionar, em breve, a fiscalização eletrônica no cruzamento da Avenida Gil Martins com a Avenida Celso Pinheiro, na zona sul da cidade. Com a construção da Ponte Anselmo Dias e implantação do Corredor Sudeste foi necessária a instalação de fiscalização eletrônica no cruzamento.

De acordo com o diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, foi necessária a implantação do semáforo nesse local juntamente com a fiscalização eletrônica para garantir o bom funcionamento do Corredor Sudeste. “Inicialmente foram colocados os semáforos, foi feito o asfaltamento e a sinalização das vias perpendiculares e a partir de agora faremos a fiscalização eletrônica no local”, afirmou.

Falcão reforça que é importante que as pessoas observem a sinalização e a obedeçam para evitar problemas. “Os condutores devem observar a sinalização e dirigir com todo cuidado. A fiscalização é necessária para garantir o funcionamento do corredor exclusivo”, finalizou.

Táxis podem circular nas faixas exclusivas durante período de teste

Os táxis podem circular nas faixas exclusivas à esquerda nas avenidas João XXIII e Presidente Kennedy, de acordo com decreto emitido pela Prefeitura Municipal de Teresina. A circulação será permitida apenas durante um período de teste, para avaliação do desempenho da nova medida. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans) ficará responsável pela fiscalização.

Com a nova medida, os condutores devem ficar atentos as normas. Não será permitido o embarque e desembarque de passageiros de táxis nas faixas exclusivas de ônibus. Caso, as regras sejam desrespeitadas a superintendência notificará os motoristas.

De acordo com o diretor de Transporte e Sistema Viário da Strans, José Falcão, a circulação dos táxis nos corredores já é permitida em outras cidades e vem funcionando de forma positiva. O objetivo é analisar, durante a fase experimental em duas avenidas de maior fluxo, os efeitos dessa medida em Teresina.

“Vimos que essa experiência tem sido positiva em outras capitais, como em São Paulo. Nossa intenção é que essa medida também funcione aqui. Vamos avaliar o próprio decreto, que menciona que a qualquer momento ele poderá ser modificado ou cancelado. Por ser uma fase experimental, escolhemos de início duas avenidas para que se concentrem as observações, caso fosse expandida para toda a nossa rede seria mais difícil uma avaliação mais completa. No caso da João XXIII e da Kennedy, são duas vias com movimentação mais intensa, então a gente consegue ter uma análise mais crítica, mais aprofundada da situação”, explicou o diretor.