Prefeito estuda implementar tarifa inferior a R$ 4,02 para transporte

Retornando ao trabalho após o recesso, o prefeito Firmino Filho declarou, na manhã desta segunda-feira (07), que a Prefeitura deve definir um valor inferior aos R$ 4,02 para tarifa do transporte público. Ele está analisando os relatórios do Conselho Municipal de Transporte e da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – Strans para se pronunciar nos próximos dias.

“Vamos nos debruçar nos próximos dias para que possamos tomar uma decisão. Aparentemente, a posição do conselho foi de escolher um número que viesse a zerar os subsídios. Mas vamos buscar dentro do orçamento uma forma para que possamos minimizar essa carga sobre a população”, disse.

Os subsídios são valores pagos pelo município para compensar gratuidades e a passagem dos estudantes, que atualmente corresponde a cerca de 42% do valor da passagem inteira. “Buscaremos os recursos para bancar essa diferença. Qualquer valor abaixo do que foi decidido pelo Conselho vai exigir do Tesouro Municipal a alocação de subsídios através do Fumtran [Fundo Municipal de Transportes]”, explica.

Em Teresina, há cinco anos a Prefeitura vem mantendo a tarifa para estudante congelada em R$ 1,05. “Acho que essa é uma tradição importante que criamos nos últimos cinco anos para facilitar especialmente a carga financeira nos ombros das famílias que tem crianças e adolescentes na escola”, finaliza.

Secretário nacional de Mobilidade vem a Teresina conhecer o Inthegra e destaca eficiência

Em visita a Teresina nesta terça-feira(25) para verificar o andamento das obras do Inthegra, Plano Municipal de Mobilidade Urbana da cidade, o secretário nacional de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, Inácio Bento, elogiou a gestão dos recursos disponibilizados para as obras e a agilidade da execução. No início da manhã, Inácio Bento e os técnicos do ministério, os diretores Ricardo Caiado de Alvarenga e Cléver Ubiratan, foram recebidos pelo prefeito Firmino Filho e pela equipe da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação e Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito.

 

Durante o encontro, Firmino Filho fez uma apresentação do plano de mobilidade e seu funcionamento e a comitiva seguiu para uma visita aos corredores das avenidas Barão de Gurgueia e Miguel Rosa (em operação), Terminais de Integração Bela Vista, Parque Piauí, Livramento e Dirceu Arcoverde (em operação), viaduto da Av. Barão de Gurgueia (em execução), complexo Ponte Anselmo Dias (em operação) e Corredores das avenidas Presidente Kennedy e João XXIII (em execução).

Durante a tarde o grupo conhecerá a obra na avenida Ulisses Marques, Terminais de Integração Santa Lia e Piçarreira, em construção na zona leste, a área de intervenção onde será construída a Ponte da UFPI e a segunda ponte do rio Poti, na região da Santa Maria da Codipi.

“O município de Teresina tem sido bastante eficiente na aplicação dos recursos de mobilidade urbana. A ideia aqui é estreitar esse relacionamento, o ministério chegar mais perto do município que é quem, de fato, executa as ações de mobilidade, sabe das suas demandas. Temos empreendimentos em todo o país e certamente Teresina está entre esses municípios que cumprem bem o dever de casa”, afirmou Inácio Bento.

Segundo o prefeito Firmino Filho, a parceria com o ministério tem sido essencial para a construção dessas obras e execução do plano de mobilidade. “Todo esse projeto de mobilidade urbana da cidade de Teresina tem sido implementado nessa parceria com o governo federal, através do Ministério das Cidades, que é o órgão financiador e obviamente ele partilha de todos esses projetos e da concepção. Para nós é importante essa visita técnica em que podemos debater essas questões, mas também para que possam ver essas grandes obras que constituem essa grande reforma da modelagem urbana da cidade”, finaliza.

Inthegra: Strans finaliza construção de estações no Corredor Sudeste

Estão em fase de acabamento as estações para embarque e desembarque de passageiros no corredor segregado de ônibus sudeste da Avenida Industrial Gil Martins, que irá ligar a Avenida Barão de Gurguéia ao terminal do Itararé passando pela Ponte Anselmo Dias. As obras fazem parte do projeto de adequação das vias de Teresina para receber o novo sistema de transporte coletivo, o Inthegra, executado pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito.

Cada corredor tem uma quantidade de estações específicas para atender ao número de ônibus que devem circular pelos locais. Ao longo do corredor da Avenida Industrial Gil Martins, são quatro estações climatizadas de embarque e desembarque de passageiros.

De acordo com a engenheira Adélia de Melo, as estações estão sendo preparadas para serem climatizadas. “Todas as estações têm o mesmo padrão de cobertura. Estamos na fase de pintura, instalação dos condicionadores e execução de forro”, explica.

A engenheira informa que nos próximos dias deverá iniciar a etapa de automação das portas. “Estamos com as nossas equipes trabalhando nas estações para finalizar o quanto antes. A expectativa é que até o final deste semestre a prefeitura entregue todos os corredores”, finalizou.

Já estão em pleno funcionamento dos Corredores Sul I e II, que são compostos pelas Avenidas Miguel Rosa, Barão de Gurgueia e Henry Wall de Carvalho.