STRANS – Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito
Teresina, 23 de Julho de 2017

Você está em » Destaques Ver todas

Terminais da zona Sudeste recebem mais de 90 mil usuário por mês

28/06/2017 - 13h06
terminal

Durante um ano os Terminais de Integração do Livramento e do Itararé, localizados na zona Sudeste da cidade, tem funcionado em caráter experimental durante os finais de seman e feriados, atendendo por mês mais de 90 mil pessoas. Estruturados com objetivo de agilizar o transporte público, os terminais deverão ser fortes aliados na mobilidade urbana na capital.

 

Os demais terminais serão entregues para a população em breve. “A medida que as obras forem concluídas, o terminais serão entregues e começarão a funcionar em fase experimental como o demais”, afirmou Ricardo Freitas, assessor técnico da Strans.

 

Pelo Terminal do Livramento passam 50.006 mil usuários por mês, sendo 12.500 no final de semana. Já no Terminal do Itararé, que fica localizado próximo à Fundação Bradesco, passam 42.663 por mês, que corresponde a 10.600 passageiros por fim de semana.

 

A implantação do novo sistema de transportes públicos, que iniciou com a licitação em 2014, foi seguida de obras dos terminais e corredores exclusivos. “Desde a inauguração dos terminais da zona Sudeste muitos ajustes já foram feitos para que o sistema funcione da melhor maneira possível”, explicou Ricardo Freitas, lembrando que as mudanças devem proporcionar um transporte público melhor para os usuários do serviço.

 

“Os ônibus saem dos bairros (linhas alimentadoras) e levam as pessoas para os terminais de integração e retornam ao pontos de partida. Dos terminais de integração saem ônibus (linhas troncais) para o centro, em corredores exclusivos (em implantação), e assim os usuários têm uma grande redução no tempo de espera e de viagem”, explicou o assessor técnico.

 

A aquisição do cartão de integração é essencial para que a integração aconteça. No início as pessoas tinham um pouco de dificuldade para entender o funcionamento do sistema, mas com o tempo os usuários perceberam as vantagens. “Toda mudança gera um certo conflito, mas desde o início do funcionamento o nosso pessoal está monitorando o serviço e fazendo os ajustes necessários para o bom funcionamento dos terminais”, acrescentou.

 

Ricardo Freitas assegura que a construção dos terminais e corredores exclusivos está sendo um importante passo no sistema de mobilidade urbana da capital, pois está agilizando e diminuindo o tempo de viagens dos usuários. “A ideia principal dos terminais de integração é proporcionar uma dinâmica maior das viagens, independentemente do local de destino, a partir das integrações entre as zonas. Agora temos uma integração de forma mais dinâmica com diversas possibilidades, por enquanto nos finais semana, mas o atendimento será ampliado para os dias úteis”, complementou.

 

Além disso, a segurança é reforçada com salas de monitoramento eletrônico, uma vez que os terminais funcionam 24 horas.

 

Do total de oito terminais, os dois da Zona Sudeste (Livramento e Itararé), e um da zona Sul (Bela Vista) estão em funcionamento experimental nos finais de semana e Terminal do Parque Piauí está em obras. Os terminais da Rui Barbosa e Buenos Aires, na Zona Norte, estão em fase de conclusão. Já os terminais Zona Leste (Piçarreira e Santa Isabel) estão em fase inicial de construção.