Em visita a Teresina nesta terça-feira(25) para verificar o andamento das obras do Inthegra, Plano Municipal de Mobilidade Urbana da cidade, o secretário nacional de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, Inácio Bento, elogiou a gestão dos recursos disponibilizados para as obras e a agilidade da execução. No início da manhã, Inácio Bento e os técnicos do ministério, os diretores Ricardo Caiado de Alvarenga e Cléver Ubiratan, foram recebidos pelo prefeito Firmino Filho e pela equipe da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação e Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito.

 

Durante o encontro, Firmino Filho fez uma apresentação do plano de mobilidade e seu funcionamento e a comitiva seguiu para uma visita aos corredores das avenidas Barão de Gurgueia e Miguel Rosa (em operação), Terminais de Integração Bela Vista, Parque Piauí, Livramento e Dirceu Arcoverde (em operação), viaduto da Av. Barão de Gurgueia (em execução), complexo Ponte Anselmo Dias (em operação) e Corredores das avenidas Presidente Kennedy e João XXIII (em execução).

Durante a tarde o grupo conhecerá a obra na avenida Ulisses Marques, Terminais de Integração Santa Lia e Piçarreira, em construção na zona leste, a área de intervenção onde será construída a Ponte da UFPI e a segunda ponte do rio Poti, na região da Santa Maria da Codipi.

“O município de Teresina tem sido bastante eficiente na aplicação dos recursos de mobilidade urbana. A ideia aqui é estreitar esse relacionamento, o ministério chegar mais perto do município que é quem, de fato, executa as ações de mobilidade, sabe das suas demandas. Temos empreendimentos em todo o país e certamente Teresina está entre esses municípios que cumprem bem o dever de casa”, afirmou Inácio Bento.

Segundo o prefeito Firmino Filho, a parceria com o ministério tem sido essencial para a construção dessas obras e execução do plano de mobilidade. “Todo esse projeto de mobilidade urbana da cidade de Teresina tem sido implementado nessa parceria com o governo federal, através do Ministério das Cidades, que é o órgão financiador e obviamente ele partilha de todos esses projetos e da concepção. Para nós é importante essa visita técnica em que podemos debater essas questões, mas também para que possam ver essas grandes obras que constituem essa grande reforma da modelagem urbana da cidade”, finaliza.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).